Silêncio dentro de mim

Diácono Nelsinho Corrêa - Coisas De Nelsinho Correa

Compositor(es): Diácono Nelsinho Corrêa

Muitas vezes, atribulado, diante do Santíssimo eu chorei
Joelhos no chão, coração na mão,
Sem saber o que fazer, ou pra onde ir.

Foi então que percebi
Que minhas palavras só falavam nada
Foi então que percebi
Que o teu silêncio já falava tudo
Que eu precisava ouvir

Silêncio, Silêncio
Dentro de mim, na minha agitação
Silêncio, Deus Imenso
Sabes tudo de mim, antes da minha oração.
Quando parei pra te ouvir
Você ouviu meu coração

Aí consegui me expressar
Quando percebi, A lágrima já estava aqui
Molhando meu sorriso, já iluminado por Tua luz

"Foi então que percebi" (...) vai até (...) "antes da minha oração."

Ao comungar, meu coração se iluminou
Na verdade, tornou-se um Sacrário.
Céu dentro de mim, não mereço tanto assim
Vou levar-te aos meus irmãos, muito obrigado.

Silêncio, Silêncio
Dentro de mim, na minha agitação
Silêncio, Deus Imenso
Sabes tudo de mim, antes da minha oração.
Silêncio, Silêncio
Dentro de mim, na minha agitação
Silêncio, Deus Imenso

Sabes tudo de mim, antes da minha oração.

↑ topo