FORMAÇÃO

As raízes musicais da Igreja

Somos porta-vozes da Igreja por meio da nossa canção

Estar na Igreja Católica é um privilégio! Uma graça maior ainda é poder cantar à Igreja, e esta sempre valorizou a música, e a história dela está recheada de fatos que provam isso. Mas antes mesmo de falar da Igreja, podemos ver, na Sagrada Escritura, como é importante a música.

A própria Palavra de Deus é uma canção muito bem composta e está carregada da história da música. Quem não conhece a história de Davi, o grande rei responsável pela unificação do povo de Israel, um menino tão pequenino e simples, mas que derrubou aquele gigante com a pedrinha e pôde acalmar o rei por meio da sua canção? Que maravilha é poder perceber, na Palavra de Deus, os sinais da canção! Nossa missão tem fundamentação bíblica, nós assumimos a missão que Ele nos deu.

A própria Igreja está marcada por eventos, por momentos fortemente abrilhantados pela canção, ela está carregada de significado musical. O grande Papa Gregório fez o possível para que a liturgia trouxesse a experiência que a alma tem com Deus. Uma alma cheia do Espírito do Senhor é uma alma harmonizada e equilibrada.

Você, músico, não faz parte de uma instituição qualquer, você canta para uma entidade milenar, que nasceu do coração de Deus e traz a salvação ao mundo há mais de dois mil anos. Todos os grandes impérios caíram, a Igreja não! E você faz parte dela.

A sua canção, a sua voz é continuação do grito de João Batista: “Preparai o caminho do Senhor”. O seu canto, a sua música é continuação do Evangelho que o Senhor mesmo anunciou. Você faz parte dessa história. Você, como cantor, como musicista, está colocando em prática aquilo que nosso Senhor plantou sobre esta Terra. A nossa Igreja precisa de nós. 

Basílica de São Pedro – Vaticano
Foto: Andreas Tille/Wikimedia Commons

Papa emérito Bento XVI conversava com crianças em uma catequese. Uma dessas crianças levantou e disse-lhe: “Papa, o que devemos fazer pra ir para o céu?”. O Santo Padre, muito humildemente, respondeu: “Para ir para o céu é preciso ser amigo de Jesus”. A amizade com o Senhor precisa ser traduzida em canção. Essa é a sua missão: continuar a voz da Igreja por meio do seu trabalho, enfrentando as dificuldades, mas com honra. Nós somos representantes e porta-vozes desta Igreja por meio da nossa canção. É importante que nós cantemos a nossa Igreja, que proclamemos aquilo que ela tem de mais profundo, a sua própria história. Nós somos os responsáveis para fazer com que a nossa Igreja seja mais conhecida e amada.

Não foi à toa que Deus concedeu essa missão a Davi. Nós temos visto muitas pessoas falarem mal da nossa Igreja. Há muitos, neste mundo, usando os meio de comunicação para denegri-la. Graças a Deus, temos a Canção Nova para trazer exemplos de sacerdotes como padre Jonas, sacerdotes vigorosos. Isso também tem de se tornar canção, porque lá onde não chega a homilia do padre, chega a canção do músico. Os nossos CDs rodam por esse Brasil afora, e muitos que tem chance de ouvi-los nem sempre vão à Igreja. O nosso canto precisa levar a Igreja até essas pessoas. Uma Igreja viva, forte, que não se intimida, que se preocupa com seus filhos, que se ocupa com eles, mas que não se deixa envergonhar com o que muitos deles dizem por aí. A nossa canção precisa ser assim, extensão da Igreja.

Que as nossas canções, que os nossos CDs tragam mais e mais a história da nossa Igreja, que é riquíssima e um instrumento de salvação. Nós, que somos católicos, precisamos honrar a camisa e viver a nossa fé. Precisamos continuar, não podemos nos cansar. Depois do sacerdote, você ministro de música, é quem está mais próximo do altar, e nós precisamos da sua santidade. Precisamos da santidade da sua família, no seu trabalho, no seu estudo, na sua música. Você está aqui de passagem, o seu lugar é o céu, você precisa transmitir isso aos outros.

Se nós precisamos cantar alguma coisa, é uma canção que leve a multidão de fiéis deste Brasil para o céu. A nossa canção só terá sentido quando levarmos as pessoas ao encontro do Senhor. Nós sacerdotes precisamos que vocês músicos apontem, com suas músicas, para o céu. Precisamos que sua canção seja um arrastar de multidões para o céu. A Igreja conta com vocês. Que o Espírito do Senhor o prepare para luta. Davi foi músico, porque era fiel. Seja fiel você também.


Padre Delton Filho

Padre Delton Filho é sacerdote, compositor, escritor e fundador da Comunidade Coração Fiel (Goiás)

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Formação, no(s) tópico(s) .
↑ topo