Série "Música na Igreja" com Pe. Zezinho e Pe. Joãozinho

Jake Trevisan e Walmir Alencar conversam com Pe. Zezinho e Pe. Joãozinho sobre música litúrgica 

No 7º episódio da série “Música na Igreja”, padre Joãozinho explica a diferença entre Ofertório, Oferenda e diz: “O Rito, na liturgia, tem seu código, inclusive de bom senso.”

Os músicos, com o sacerdote, falam ainda sobre as canções de Comunhão, Ação de Graças, e o Cordeiro. Momentos que se não forem bem vividos, perde-se a oportunidade de cantar a Missa, para apenas cantar na Missa.

Além disso, padre Joãozinho diz como escolher as músicas apropriadas para os sacramentos do batismo e matrimônio.

Padre Zezinho, com toda sua experiência musical, ensina neste último episódio da série que a liturgia tem que traduzir a Igreja e não a opinião do cantor. “Não cantamos para expressar nossa opinião”, enfatizou. Segundo o sacerdote, é função do jovem comunicador, do jovem catequista, do jovem cantor, do compositor, traduzir em linguagem jovem aquilo que a Igreja está querendo dizer em linguagem adulta.

Assista:

 

Acesse também:

.: O Chamado – Episódio 1

.: A Santa Missa – Episódio 2

.: Os Tempos Litúrgicos – Episódio 3

.: O Valor da Tradição – Episódio 4

.: Os Ministérios – Episódio 5

.: Escolha dos Cantos – Episódio 6

 

Acamp Musicos - borda

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo