Venho te Adorar

Monsenhor Jonas Abib - Vem Louvar - II - Tu És a Vida - 1987

Venho te adorar Ó meu Deus imenso  
E no fundo penso a Ti me consagrar  

E  ergo o meu cantar, Deus Onipotente
Como incenso ardente se espalhando no ar.   

Venho te adorar Pois o teu amor me invade  
E há de me transformar.

Venho te adorar, Ó meu Deus amigo,  
Pois estás comigo quando a luz se vai.  

Por não lhe faltar  Sua mão segura  
Toda criatura prova o amor do Pai   

Venho te louvor Pois o teu amor se derrama  
E inflama quem se entregar.   

Venho te adorar, Ó meu Deus clemente,
Pois a toda gente salvas por amor

Se levanto o olhar desces de teu trono  
E logo abandono todo o meu temor.
 
Venho me deixar Pois a tua mão me domina  
E anima o meu caminhar.

Venho te Adorar..

CVenhoteadorarDmÓmeuDeusG7imensoA 
EAmnofundoA7pensoaTiD7meconsagrarG7 

Cergoomeucantar,DmDeusG7AOnipotente
A7ComoincensoD7ardenteseG7espalhandonoar. C 

FVenhoteadorarEAPoisoteuamormeAminvade 
EFdemeD7Gtransformar.

CVenhoteadorar,DmÓmeuDeusG7amigo,A 
AmPoisestásA7comigoD7quandoaluzsevai.G7 

CPornãolhefaltar DmSuamãoG7seguraA 
A7TodaD7criaturaprovaoamorG7doPai C 

FVenhotelouvorEPoisoteuE7amorseAmderrama 
EFinflamaquemseD7entregar. G 

CVenhoteadorar,DmÓmeuDeusG7Aclemente,
AmPoisatodaA7genteD7salvasporG7amor

CSelevantooolharDmdescesdeteuG7tronoA 
A7ElogoD7abandonotodoomeuG7Ctemor.
 
FVenhomedeixarEPoisatuaE7mãomeAmdomina 
EFanimaomeuD7caminhar.

FVenhoFmteCAdorar..
↑ topo