FORMAÇÃO

O ministério de música a serviço da Palavra

A Palavra de Deus precisa ser a principal  inspiração do músico

Não dá para pensarmos em composições realmente inspiradas sem que estas brotem da Sagrada Escritura, da Palavra de Deus. Por isso mesmo é que a Constituição Dogmática Sacrosanctum Concilium, ao falar da missão dos compositores, é bem clara e profunda ao afirmar:

Os compositores, imbuídos do Espírito cristão, compreendam que foram chamados para cultivar a música sacra e para aumentar-lhe o seu patrimônio (…). Os textos destinados ao canto sacro devem estar de acordo com a doutrina católica e inspirar-se, sobretudo, na Sagrada Escritura e nas fontes litúrgicas (SC 121).

A música a serviço da Palavra (2)

Ora, se na palavra da Igreja ouvimos que as raízes de nossa inspiração, enquanto artistas cristãos, devem ganhar vida na Palavra de Deus, então o nosso canto ou ministério deve estar ao seu serviço. Falar, então, de ministério a serviço da Palavra é o mesmo que dizer que a nossa missão tanto mais será frutífera quanto mais for exercida como instrumento de evangelização. Somos chamados a evangelizar de uma forma diferente, dinâmica e criativa.

Se uma palavra agradável já chega bem os nossos ouvidos, quanto mais não será o toque de uma melodia plena do conteúdo da Sagrada Escritura!

No canto dos Salmos, por exemplo, Deus uniu o prazer da melodia, levando em conta a inclinação inata da natureza humana, com Suas palavras divinas, as quais ensinam ao homem o caminho da virtude. Dessa forma, o homem que se mostra contrário a tudo o que suponha esforço e incômodo receberá, em seu coração, os ensinamentos divinos, como sem se dar conta, levado simplesmente pelo prazer da melodia¹. Até podemos imaginar como o coração humano se sensibiliza ao receber de uma forma agradável o ensinamento bíblico por meio de melodias cheias de inspiração, enquanto tiradas da Escritura, e de suavidade, enquanto inspiradas por Deus.

A Palavra de Deus enquanto conteúdo fundamental da pregação da Igreja e, portanto, inspiradora daquilo que aí se vive como experiência de fé, encontra na arte musical um excelente instrumento de transmissão de sua eficácia e, por isso mesmo, uma maneira dinâmica de tocar o coração das pessoas. A música, desta forma, serve à Palavra de Deus², enquanto meio de evangelização. E quanto mais estiver relacionada aquela a esta, o seu sentido ministerial ganhará força.

Referências:

1. Xabier BASURKO. O canto na tradição primitiva. São Paulo: Paulus, 2005. Tradução Celso Marcio Teixeira. Título original: El canto cristiano en la tradición primitiva. (Liturgia e Música, 3). p. 161

2. Idem, p. 29-49


Padre Carlos César

Mestre em Teologia Sistemática na área de Bíblia pela FAJE. Conheceu a Renovação Carismática Católica (RCC), em 1988, quando servia no ministério de música e nas pregação. Padre do Instituto Nova Jerusalém, tem dois CDs gravados e usa da música para evangelizar

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo