FORMAÇÃO

Sua música é uma pedra preciosa

Sua música é pedra preciosa aos olhos do Senhor

“Como uma pedra de rubi engastada no ouro, assim é a música no meio de uma refeição regada de vinho. Como um sinete de esmeralda engastada de ouro, assim é um grupo de músicos no meio de uma alegre e moderada libação.” (Eclo 32, 7-8)

A Palavra fala de refeição, fala de intimidade, e Deus quer ter essa intimidade conosco. A Palavra fala de vinho, mas não é simplesmente o vinho que corre em uma mesa, mas justamente o símbolo do Espírito Santo.

O Paráclito é o vinho novo derramado sobre nós. A Palavra de Deus também fala de libação, portanto, nós estamos falando de sacrifício, oferta e consagração. Sintetizando tudo, nossa música é e precisa ser consagrada. Ela só pode ser consagrada a Deus, assim como nós músicos, que também só podemos ser consagrados, porque exercemos um ministério de música.

Nós músicos só podemos ser consagrados, porque o próprio Jesus disse: “Não foste vós que vos escolhestes, mas foi eu quem vos escolhi e vos designei para irdes e produzir muitos frutos e que esses frutos permaneçam” (Jo 15,16).

Deus tem um projeto, um plano a nosso respeito. Ele já tem as almas que você precisa salvar com a sua música. Nós não podemos ficar jogando música fora, porque ela é consagrada. Se realmente somos chamados ao ministério de música, não fomos nós que escolhemos, mas Deus quem nos designou.

Resgatar almas

Nós precisamos resgatar essas pessoas que estão por aí como ovelhas perdidas. A nossa música é preciosíssima aos olhos do Senhor, é um instrumento maravilhoso aos olhos d’Ele, para Ele resgatar almas. O Senhor sonhou conosco e não quer que joguemos música fora, que fiquemos usando da música somente para aparecer. Ele quer que toquemos para Ele.

Não há maior amor do que dar a vida por aqueles que nós ministramos. Nós somos apenas servos do Senhor. A sua música é preciosa, não preciosa em si, mas porque o Senhor faz dela uma pedra preciosa engastada em ouro, por causa daqueles que Ele quer trazer de volta para Si. Nós somos os servos, a nossa música esta aí como serva daqueles que o Senhor quer atingir com a Sua salvação. Isso é muito mais do que sermos aplaudidos, estamos servindo ao nosso Senhor na salvação daqueles que são Seus amados.

Desgastar-se

O nosso ministério de música é desgastante, e é preciso desgastar-se. Só que nós não podemos perder a meta. Se cantarmos para ter sucesso, quando recebermos os aplausos já teremos conquistado o que queríamos e isso passou. Mas quando damos a vida amando aqueles que nós ministramos, isso não passa. Embora você se desgaste, quando você resgata almas para o Senhor isso vai para a vida eterna. Se o seu ministério lhe é custoso, então ele tem um valor muito grande!

Você é a sua música e a sua música é você. Entregue-se a Jesus, para que você possa dizer que a ela preparou o Reino de Deus instalado aqui na Terra. Não se esqueça de que você e sua música são pedras preciosas aos olhos do Senhor.

 

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

 

 

Palestra realizada 19/05/2001 – Adaptação: Renata Santiago

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo