Dicas

Dia a dia do músico

André Florêncio dá dicas para o dia a dia do músico

Certa vez ouvi de um amigo: “A música está dentro de você, ela faz parte de você”! Achei essa frase forte e profunda. Estar dentro, fazer parte… Realmente não é qualquer coisa. Vemos isso claramente em quem pratica algum tipo de esporte, um atleta tem o esporte dentro de si, isso faz parte dele, ele tem uma verdadeira rotina de treinos, alimentação regrada, horário para acordar, para dormir e assim por diante. Utilizei esse exemplo porque entre o músico e o atleta existe uma semelhança chamada “dedicação”.

Musica-Dia-a-dia-do-m£sicoAssim como sabemos que somos convidados pelo Senhor a desempenhar nosso papel de ministros de música, sabemos também que atender a esse convite exige dedicação especial.

Não conheço a realidade do seu ministério, mas quero motivar você, meu amigo internauta, a organizar-se para que sua música seja cada vez mais bela e mais ungida. Para isso é necessário fidelidade pessoal na espiritualidade com a oração pessoal, o estudo da Palavra de Deus, a adoração ao Santíssimo Sacramento, a confissão, a participação na Santa Missa e outras práticas que você ache importantes para que a cada dia você seja mais íntimo de Deus.

O mesmo serve para o estudo do seu instrumento e o aperfeiçoamento de suas técnicas vocais. Intimidade com Deus, com seu instrumento e com sua capacidade vocal é fundamental. A fidelidade de cada membro gera a disciplina no grupo, por isso é muito importante ensaiar tanto para que outras músicas sejam inseridas no repertório, como para que as músicas cotidianas sejam cada vez mais bem executadas. O ensaio cria uma relação muito positiva entre os músicos e melhora o conjunto.

Assim como o ensaio, a oração comunitária tem fundamental importância para o grupo, pois nesses momentos de intercessão todos nos abrimos à escuta da voz de Deus e à ação do Espírito Santo.

Reuniões periódicas para os famosos “acerto de contas” também são muito importantes. Como é bom, seja de forma comunitária seja de forma pessoal, perdoar e ser perdoado, compreender e ser compreendido, amar e ser amado!

Iniciativas que promovam a diversão, como uma reunião para dar boas risadas, um passeio no shopping, uma ida ao restaurante ou até mesmo à lanchonete da esquina dão ao grupo segurança e confiança para os membros caminharem firmes e unidos pela fé e pela amizade.

Tudo o que foi citado anteriormente deve, conforme cada realidade, ser praticado periodicamente em uma duração mediana, semanalmente se possível; com exceção da fidelidade pessoal à oração, que deve ser diária como o alimento o é para o corpo. Claro que nem tudo poderá ser realizado semanalmente, por isso será preciso avaliar quais são as prioridades, perguntando-nos: “Estamos precisando do que nesta semana ou neste mês? Ensaio, reunião, acerto de contas, rezar juntos?”

As prioridades devem ir ao encontro das necessidades do grupo. Deixo um exemplo que funcionava muito bem comigo: ensaio e oração todas as semanas; reuniões quinzenais, entre tudo isso, as saídas em missão.

Tudo isso dá trabalho, e sem dedicação, esforço, fidelidade e disciplina o atleta nunca conquistará sua medalha. Lembremos que nossa medalha será dada no céu, aqui temos que pensar somente nas almas que precisam ser salvas e resgatadas pelo Senhor com nossas canções.

Grande abraço!

 


André Florêncio

André Florêncio, André Florêncio é músico, cantor, animador, instrumentista e missionário da Comunidade Canção Nova. Fez curso de aperfeiçoamento na EMESP, gravou seu cd solo “Meu encontro” e é autor do livro “Musica: chamado e serviço”.

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Formação.
↑ topo