DICA

Gravei um CD. E agora? - produzindo capa e material gráfico

“Toda banda tem uma identidade artística. Agora, é a hora de entender o que você quer transmitir”.

Seu CD ficou pronto ou, pelo menos, está bem adiantado nas gravações. Agora, você precisa cuidar da capa e da parte gráfica. Por onde começar? Bem, primeiro, reconhecendo que você está atrasado! Sempre comece a produção do material gráfico junto com as gravações. Como diz meu talentoso amigo Filipe Freire, é sempre a parte gráfica que atrasa!

Foto: Eduardo José/Daniel Mafra

CONCEITO

Toda banda tem uma identidade artística. Todo álbum tem um conceito que será traduzido pela escolha das músicas, arranjos, instrumentação e, pasmem, até pela mixagem e masterização! Também a parte gráfica merece o mesmo cuidado e atenção.
Não importa, nessa etapa, se vai ter foto, logo, que tipologia será usada. Agora, é a hora de entender o que você quer transmitir. Se você puder sintetizar suas ideias, em poucas palavras, melhor ainda! Tente aprofundar o conceito. Quer apresentar a banda? Entenda, com clareza, quem é a banda, seus pontos fortes e sua identidade musical.

Veja mais:
:: Empreendedorismo e música católica ::
:: Gravei um CD e agora? escrevendo o release ::

ESCOLHENDO UM PROFISSIONAL

Não! Não cometa o erro de entregar a responsabilidade nas mãos daquele rapaz talentoso do seu grupo de oração, que fez um curso de Corel ou Photoshop. Nem deixe suas fotos ao encargo do primo que comprou uma máquina profissional e fez um curso rápido de fotografia. Também recuse os conselhos de moda na hora de escolher as roupas. Confie no profissional. Procure um que, além de competente, entende a sua proposta!
Vale pesquisar os trabalhos anteriores, detalhar o briefing do projeto e listar itens e datas do que se tem que realizar.

PROCURE TAMBÉM POR DURABILIDADE

Durante anos, eu cuidei das mídias sociais e do site da banda DOM. Uma das minhas maiores preocupações era fazer durar o conceito da capa, readaptando-a e resignificando para os meios digitais ao longo dos meses e anos seguintes. Pense nisso desde o início. Produza material excedente, para que possa ser usado na confecção de sites, vídeos, cards de divulgação, banners e tudo o que se relaciona com isso.

CONCLUSÃO

Um bom material gráfico impacta não só no trabalho realizado, mas nos próximos. Vou usar o exemplo da banda DOM, que, no primeiro CD, criou (mérito para Bernadete Porfirio e Filipe Freire) a medalha e logo da banda. Itens que foram retrabalhados ao longo da carreira discográfica da banda. No mais recente lançamento – “Não há o impossível ” – estão presentes essas marcas, utilizando-se outros elementos e sendo impactados e ainda impactadores de uma identidade visual.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Formação.
↑ topo